sábado, julho 06, 2013

A comida envenenada do nosso dia a dia

É muito séria a guerra da comida. Sem perceber a importância de nossas escolhas cotidianas de alimentos, permitimos que uma empresa gigante domine toda a agricultura do planeta.
A Monsanto é uma transnacional que faz defensivos e sementes geneticamente modificadas, que resistem aos agrotóxicos (que eles mesmos fabricam) que são pulverizados sobre a lavoura para matar as ervas daninhas e outras pragas. Ou seja: a própria semente se torna veneno puro! E no processamento destes alimentos dentro de nosso corpo, o que será que acontece?

Muitas pesquisas evidenciam o desenvolvimento de câncer, diabetes, entre outros desequilíbrios fatais no desenvolvimento do organismo de animais (tadinhos) alimentados à base de alimentação transgênica. http://www.idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/saiba-o-que-sao-os-alimentos-transgenicos-e-quais-os-seus-riscos E vários países já baniram os produtos da Monsanto de suas importações.

Além disso eles cercam os agricultores de toda forma, porque a produção cresce e a perda diminui,  - claro, nenhuma forma de vida que habite as plantações resiste a essa combinação de sementes e pesticidas,- e os mesmos são obrigados a comprar sementes sempre, pois nada se reproduz desses grãos. E os pequenos agricultores
tornam-se reféns dessa manipulação. http://www.consciencia.net/2004/mes/01/transgenicos.html

Mas em muitos países, inclusive no Brasil, os agricultores estão se organizando judicialmente para quebrar o poder dessa indústria da morte. e não está sendo fácil, imagine que eles tem até uma lei de proteção nos EUA!!!! http://www.cut.org.br/acontece/23305/monsanto-perde-processo-criminal-contra-movimentos-sociais

E podemos também nos organizar fortemente para exigir que eles caiam fora do nosso prato. Vou compartilhar algumas atitudes que eu estou tomando, e convido vc a também tomar:

Primeiro passo: deixar de comprar tudo que tenha no pacote o símbolo de transgênico, olhando atentamente na embalagem - atenção especial aos produtos de milho e soja! Você vai se surpreender ao constatar que vc se alimenta - e à sua família e seus animais de estimação - com muitos transgênicos! E divulgar para o maior número de pessoas se esclarecerem quanto a essa questão fundamental!


Segundo passo: participar de campanhas e abaixo assinados para banir esses produtos de nossa mesa e da agricultura. 

Terceiro passo: Exerça seu direito do consumidor. Eu escrevi para o SAC algumas das marcas que costumava comprar de alimentos (Yoki, Pepsico, por enquanto) o seguinte: "Acabo de perceber que todos seus alimentos provenientes do milho  (ou soja, ou outros) são trangênicos, e embora sempre tenha consumido seus produtos, quero que saibam que deixarei de compra-los enquanto utilizarem essa tecnologia venenosa nos alimentos que produzem, e alertarei todas as pessoas de meus círculos, para que fiquem mais atentas com as escolhas que fazem nos mercado. 
Espero que vcs revejam a necessidade de lucrar tanto contra o valor da saúde dos seres humanos que consomem seus produtos." - acho que fui até sutil demais, né? Mas milhares de consumidores juntos não parecerá tão sutil!

Quarto passo: divulgar divulgar divulgar ir pra rua, pra janela, redes sociais,  mídias, amigos, parentes, conhecidos.

E podem mandar outras sugestões de atitudes para desmontarmos essa engrenagem perversa que sorrateiramente está se instalando em nossa VIDA. 
"Pensem no filhote do filhote que ainda vai nascer."

E quem me despertou pra essa realidade cotidiana foi minha amiga Guarani, Jerá, antenadíssima no milho que tem circulado na aldeia, já que é o alimento fundamental da alimentação Guarani, e que vem observando alguns casos de câncer em pessoas mais velhas da aldeia, que podem ser associados ao consumo constante de produtos de milho transgênico. A coisa é de assustar. 
Precisamos tomar essa atitude.


Nenhum comentário:

Postar um comentário