segunda-feira, abril 20, 2015

meu oratório é meu coração

É lá que estão as relíquias de todas as experiências que vivi, dos amores e paixões em que mergulhei, de cada sagrado momento junto a meus amigos queridos e minha família, do sentimento divino de pertencer na natureza.
É lá que toda a minha vida ainda pulsa e reverbera por todo o meu corpo, meu ser.
Não me peça para aderir ao seu dogma, aos seus símbolos, sejam quais forem, eu me recuso a fragmentar o Sagrado em crenças que dividem a humanidade em grupos religiosos. Abraço, respeito, transito por diversos caminhos de religar. No entanto, o silêncio é meu livro sagrado. A sabedoria maior não cabe nos nomes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário