terça-feira, junho 07, 2011

Ivytu ra'i

a ventania de hoje varreu mais do que o corpo da cidade, soprou sua alma, pra tirar do entorpecimento obediente do relógio quem pensa que esté seguro num pedaço de terra impermeabilizado pelo asfalto. Muitas sementes se espalharam em busca de brechas.

Anabel

Nenhum comentário:

Postar um comentário