domingo, novembro 29, 2009

Um domingo nublado.
Descristalizando, fluidificando emoções, soltando expectativas, expectorando, e saindo daquela ressonância habitual, sinto meu corpo numa frequência caótica, enquanto outras novas começam a vibrar em minhas células. Meditando posso encontrar um eixo de onde olho sem me envolver. Afinal, tudo passa. Veja, meu bem, arco-íris já mudou de cor...



Anabel

Um comentário: