sexta-feira, novembro 27, 2009

A outra banda da Terra


Caetano Veloso


Amar


Dar tudo

Não ter medo

Tocar

Cantar

No mundo

Pôr o dedo

No lá

Lugar

Ligar gente

Lançar sentido

Onda branda da guerra

Beira do ar

Serra vale mar

Nossa banda da terra é outra

E não erra quem anda

Nessa terra da banda

Face oculta azul do araçá



Falar verdade

Ter vontade

Topar

Entrar na vida

Com a música

Obá

Olá

Brasil

‘Ta que o pariu

Que gente!

Cantuária e Holanda

Maputo Rio

Luanda lua

Nossa banda da terra é outra

Canadá Jamaicuba

Muitas gatas na tuba

Dos rapazes da banda cá

Gozar

A lida

Indefinidamente

Amar
 
_____________________________________________________
 
Mais uma vez as palavras do poeta dizem mais que qualquer tentativa de traduzir o agora. Há tantas outras bandas na Terra, e sempre novos e lindos canteiros para borboletas encantarem e sugarem novos e deliciosos néctares. Sempre é possível nascer para um sonho novo. Amar em uma nova banda.

Anabel

Um comentário: