terça-feira, maio 06, 2008

Sobre Sapatinhos Vermelhos

E eu quase acreditei que minha loucura era só inadequação, que meus desejos eram só caprichos passageiros, que a grama do vizinho era mais verde, que não sei quem iria reconhecer meu valor, que era amor o que eu sentia, que tudo voltaria a ficar bem, que era só fechar os olhos que o medo desapareceria, que era só fingir que logo seria verdade, que poderia tapar meus buracos afetivos com sexo, álcool, fumaça e trabalho, que as boas maneiras eram mais importantes do que a sinceridade...
Cada bobagem! Quando bate a carência da mente infantil ainda ferida, a gente acaba calçando os primeiros sapatinhos vermelhos que aparecem, e acaba não sendo mais dona dos próprios passos! A alma esfomeada é capaz de qualquer doideira.

Anabel

5 comentários:

  1. "A alma esfomeada é capaz de qualquer doideira": adorei essa tua frase!

    Aliás, teu texto todo ins-pira!

    Li e reli e fico pensando...

    Abraços, flores, estrelas!

    ResponderExcluir
  2. "sou um poço sem fundo
    cacimba sem água
    vou beber cada lágrima
    que você chorar"

    os sapatos vermelhos
    me assustam
    não sei por que
    quando estavam nos meus pés
    eram lindos
    vejo que quem os usa
    não admite comparações
    e faz deles uma marca
    uma mandinga, sei lá
    cada vez que vejo essa pessoa
    dizendo que só usa sapatos vermelhos,sendo essa a sua marca
    pessoal... me sinto tão fraca e
    atrazada!eu tinha um que passei a não usar - pela falta de vontade de
    ouvir julgamento - ah ah! - você está me imitando!!!

    doce e cítrica criatura
    antes que os meus ossos quebrem
    gostaria de encontrar.
    pode ser!

    lila

    ResponderExcluir
  3. Lila, minha linda!
    Alguém que te diga "ah ah! você está me imitando!" só pode estar morrendo de inveja da tua autenticidade e criatividade inimitáveis!!!!!
    É a própria voz da "velha senhora", que queimou os primeiros sapatinhos vermelhos que haviam sido feitos à mão por vc mesma, com retalhos que vc levou anos colecionando. Ela disse que não valiam nada, pra te colocar um par de sapatinhos pretos duros e sem graça, deixando tua alma faminta. Não dê ouvidos ao predador!!!!
    Encontrar logo! Está marcado.

    ResponderExcluir
  4. Edson, adoro seus comentários todos!!! São sempre mais uma ins-piração pra mim!
    Bjo

    ResponderExcluir