terça-feira, setembro 18, 2007


Hoje bati o carro e me surpreendi, não só mais uma vez, mas de novo!, com a forma como certos acontecimentos são respostas tão rápidas a solicitações que lançamos ao Universo. Diferentemente de Clarice Lispector, não achei muito sutil o deus. Nada sutil! Mas muito claro!
São pessoas tão interessantes que, se não fosse por um acidente, a gente nunca na vida encontraria (ou será que encontraria de qualquer maneira?). Me desarmou tanta sinceridade, honestidade e amabilidade. Um homem bom!

Um comentário: