quinta-feira, dezembro 27, 2007

Admiração

Paulinho Moska

Meus olhos, famintos, não se cansam
de te acariciar
Procuram sempre um novo ângulo
pra te admirar
E sonham mergulhar na sua boca de vulcão
Provar todo o calor que há na sua erupção

Escorregar nos rios claros
das margens dos teus pêlos
E encontrar o ouro escondido
que brilha em seus cabelos
Devorar a fruta que te emprestou o cheiro
E talvez desfrutar de um amor puro e verdadeiro

Esquecer o espaço, o tempo e o viver
Perder a noção do que é ter a noção do perder
Se um dia eu fui alegria ao te conhecer
Agora canto porque sinto a dor de não te ter

Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=4pU77ZCTRVw&eurl=http://letras.terra.com.br/paulinho-moska/videos/wVRTCZ77Up4/


- Depois de assim cantada, admirada, tocada, tanto faz se a primeira parte do corpo que entra em contato com o outro é a ponta do nariz, ou o bico dos seios, ou o pescoço, ou a bunda, ou as costas... já tá tudo entregue. Também numa situação nova ou perigosa, numa aventura, a adrenalina, a testosterona, o estrogênio e as endorfinas dão conta do prelúdio. Uma conversa virtual, às vezes, já deixa muita coisa encaminhada em termos de imaginação e sensações... Mas tem mulher que curte ser tratada como "patroa", aquela que tá lá, porque tá lá mesmo, e, sem nenhuma sedução, ir pra cama, logo ser catada pelos seios, ou levar um tapa na bunda (que em outro momento poderia ser excitante, com jeito), ou apertada na vagina, sem grandes rodeios?
- Me disseram que tem. Eu não conheço uma sequer.
- Eu não gosto. Eu preciso de sedução, admiração, aventura, olho no olho, beijo, cheiro, abraço, qualquer coisa mais carinhosa ou convidativa despertando a pele, ou um beijo roubado, um arroubo apaixonado, enfim¹... algum indicativo de que é bom estarmos juntos antes, durante e depois do sexo; "ser artista no nosso convívio pelo inferno e céu de todo dia" (Cazuza). Talvez isso seja um problema... meu.

¹ As vírgulas podem ser lidas como e/ou.

PS: Paulinho Moska é f...
PS¹: Homunculus Sensorial - se o corpo humano fosse proporcional ao espaço que o cérebro usa para processar suas informações sensoriais.

domingo, dezembro 23, 2007

Tempos Modernos

Lulu Santos


Eu vejo a vida
Melhor no futuro
Eu vejo isso
Por cima de um muro
De hipocrisia
Que insiste
Em nos rodear...

Eu vejo a vida
Mais clara e farta
Repleta de toda
Satisfação
Que se tem direito
Do firmamento ao chão...

Eu quero crêr
No amor numa bôa
Que isso valha
Prá qualquer pessoa
Que realizar, a força
Que tem uma paixão...

Eu vejo um novo
Começo de era
De gente fina
Elegante e sincera
Com habilidade
Prá dizer mais sim
Do que não, não, não...

Hoje o tempo voa amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
Não há tempo
Que volte amor
Vamos viver tudo
Que há prá viver
Vamos nos permitir...

Eu quero crêr
No amor numa bôa
Que isso valha
Prá qualquer pessoa
Que realizar, a força
Que tem uma paixão...

Eu vejo um novo
Começo de era
De gente fina
Elegante e sincera
Com habilidade
Prá dizer mais sim
Do que não...

Hoje o tempo voa amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
E não há tempo
Que volte amor
Vamos viver tudo
Que há prá viver
Vamos nos permitir...

E não há tempo
Que volte amor
Vamos viver tudo
Que há prá viver
Vamos nos permitir...


Foto: Itaúnas - ES

PS: Amo compartilhar com vc, e amo saber que vc vibra comigo. A gente se alimenta na troca, e cresce, e aprende a amar mais e mais e mais. E transmuta nossas escuridões em riso! Venturoso 2008!!!

terça-feira, dezembro 18, 2007

Madregaia

Quanto mais ouço, mais encantada fico com a lindeza do CD "Madregaia", da Dani, minha mana bugra Lasalvia.
Sinto que a própria terra canta!!! A própria Terra, Gaia, respira, suspira, sorri, nos banha e embala no colo.
Nessa lindeza toda tem também um elemental maluco pra apontar direções inusitadas e mostrar pedrinhas brilhantes no meio do verde e da água. Um duende, que é também ancião, e eterno Erê: Dércio Marques.
Viajar de Trenzinho do Caipira por paisagens e dimensões da alma com o querido amigo e mestre Stênio Mendes, que muda a densidade do ar quando toca sua craviola, e solta sua voz e os mil sons de seu corpo.
Tantas deliciosas parcerias que ali estão registradas, do blues ao torém!
E a intensidade do sonho realizado da dona da voz, agora para todo mundo ouvir. Ouçam, ouçam, amigos!
Madregaia tem poder de cura.

terça-feira, dezembro 11, 2007




sexo supre muitas das nossas necessidades fisiológicas e carências afetivas,





mas só com carinho torna-se um caminho de cura e iluminação.




Imagem: Auguste Rodin, "o beijo"

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Cia. Danças - Dezembro

Em dezembro a Cia.Danças estará com 3 peças do repertório em cartaz! 3 concepções distintas, 3 fases do nosso processo, 3 oportunidades para conhecer um pouco do nosso trabalho nos últimos 10 anos!!!!!




04 e 05 de Dezembro - "Q"
(Programa Municipal de Fomento à Dança)
3ª e 4ª feira às 21h
Teatro Itália, TD - Teatro de Dança
Avenida Ipiranga, 344 - República
Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia)
Telefone da bilheteria: 11 2189 2555
Informações: 11 2189-2557
http://www.apaacultural.org.br/teatrodedanca/programacao_interna.php?id_esp=523






06 a 09 de Dezembro - "7 e a Mesa"

de quinta a sábado, às 20h; domingos, às 19h - Sala Paissandu
Galeria Olido
Avenida São João, 473
Telefone: 3331-8399




13 a 16 de Dezembro - "Pares"

de quinta a sábado, às 20h; domingos, às 19h - Sala Paissandu
Galeria Olido
Avenida São João, 473
Telefone: 3331-8399
http://www.vitruvius.com.br/noticia/noticia_detalhe.asp?ID=1471

terça-feira, novembro 27, 2007

29 HORAS DE ARTE ORGÂNICA

O espaço GALLERIA está organizando 29 HORAS DE ARTE ORGÂNICA, de 00:00 do dia 01 de Dezembro até as 05:00 horas do dia 02. Uma ação coletiva,uma mostra de experimentações, possibilidades, alquimias e dialogos. NOP, Vozes Bugras, e Dani Lasalvia cantando seu cd Madre Gaia, entre muitos outros artistas, estarão neste charmoso espaço comandado pelo casal de artistas Leila D (performer) e Bret Flute, unindo arte, cultura e culinária vegetariana.

PROGRAMAÇÃO


Dia - 01.12.2007

ABERTURA DO EVENTO COM A LEITURA DO MANIFESTO DE
APOIO Á ARTE DA PERFORMANCE

00:00 - LEITOS...MEMÓRIA TATUADA - Naira Ciotti e Erhi
Araújo

00:30 - Mais Zero - Performance de ABERTURA

00:30 - Arthur Matuck - Performance Literaria

01:00 - Uma Viagem com A Video Criatura Imersiva de
Otavio Donasci

01:30 - Dj - BretFlute

02:00 - Dj - Marcelinho - Beatch Choro



EXPOSIÇÕES

O HOMEM REFLUXO - Peri Pane

ARFOC - FOTOGRAFIA

ERIK THURM - COLLAGE

FOTOS - Zaida Siqueira

ARTE PIZZA SUSTENTÁVEL - Alfredo Bazzali

FOTOS - Renan Rosa


INSTALAÇÕES

ZONA DESCONHECIDA - Leila D

VIDEO INSTALAÇÃO - Sergio Basbaum


VIDEOS

Ondina Castilho e Victor Lema Rique

Samira Br e Rogerio Borovik

Anahi Santos e Ana Goldenstein



11:00 - CONTANDO HISTORIAS - SR. NAFITALINA - Marcio
Araújo

12:00 - DEGUSTAÇÃO DE PATÊS DE TOFU E PÃES ORGÂNICOS

13:00 - Tohar - Cantos Indigenas e video - Com Sá
Brito e Fernando de Carvalho

14:00 - Instalação Sononora - Reenncontro - Fernando
de Carvalho

15:00 - Programação Infantil

16:00 - Performance: ABRINDO CAMINHOS NO
PLANETA-CORPO; DESCUBRA-SE - Amanda Lunar

17:00 - PALESTRA E DEGUSTAÇÃO DE VINHOS ORGÂNICOS
PALESTRA COM Marcelo Celentano, menbro do Intituto
Sommelier de Milão, consideraddo um dos mais
respeitados conhecedores de vinhos orgânicos
da Europa, DEGUSTAÇÃO DE VINHOS ORGÂNICOS ITALIANOS E
LANÇAMENTO DO VINHO HEX VON WEIN (VINHO DA BRUXA)
ORGANICO BRASILEIRO Cabernet Salvignon produzido pela
Coopernatural do RS.

17:30 -Performance INSOMNIE : CHANSON 'A UNE JEUNE
FEMME - Ana Rizek Sheldon

18:00 - SKETCH de CLOWN - El Dentista - Trupe
Semearte com Paulo Perez e Tiago Tognozi

19:00 - SHOW - Dani Lasalvia

19:30 - SHOW - VOZES BUGRAS

20:00 - SHOW - NOP (percussão corporal)

21:00 - Play Mate - Camila Canto

21:00 - MOSTRA DE CURTAS
(Alunos da Academia Internacional de
Cinema , Cinema de Guerrilha, entre outros...)


22:00 - Momentos de Improviso com Clerouak e Paulo
Federal

23:00 - A Fome do Mundo com Tom Wil e Luz Marina -
Poesia devorada pelo teatro, musica e cinema.

23:00 - Cartas aos Reitores - Gerald Assunção

Dia 02.12.2007

00:00 - NAMAHAIKU - Haikai ao Vivo - Almir Almas,
Cheli Urban, Daniel Seda

01:00 - A MULHER BOMBA - Luciana Costa

01:30 - CONFIDÊNCIAS - HOMENAGEM A DUPLA Nader/Salomão
- Lúcio Agra

01:30 - Desfile Virtual - Daniel Seda

DJ - BretFlute


ENTRADA

MANHÃ - 3,00

TARDE - 5,00

NOITE - 8,00

Galleria Pizzeria
Rua Capital Federal, 440 - SP

(travessa da Rua Cayowá, próxima ao metro Vila Madalena)
Tel. 11-2158 0348

Pizzas feitas inteiramente com alimentos orgânicos! hummmmmm!

sexta-feira, novembro 23, 2007

DICAS PRÁTICAS PARA VOCÊ ECONOMIZAR ENERGIA E PROTEGER O PLANETA


1. TAMPE SUAS PANELAS ENQUANTO COZINHA. Parece óbvio, não é? E é mesmo! Ao tampar as panelas enquanto cozinha você aproveita o calor que simplesmente se perderia no ar.
2. USE UMA GARRAFA TÉRMICA COM ÁGUA GELADA. Compre daquelas garrafas térmicas de acampamento, de 2 ou 5 litros. Abasteça-a de água bem gelada com uma bandeja de cubos de gelo pela manhã. Você terá água gelada até a noite e evitará o abre-fecha da geladeira toda vez que alguém quiser beber um copo d'água.
3. APRENDA A COZINHAR EM PANELA DE PRESSÃO. Acredite... dá pra cozinhar tudo em panela de pressão: Feijão, arroz, macarrão, carne, peixe etc... Muito mais rápido e economizando 70% de gás.
4. COZINHE COM FOGO MÍNIMO. Se você não faltou às aulas de física no 2º grau você sabe: Não adianta, por mais que você aumente o fogo, sua comida não vai cozinhar mais depressa, pois a água não ultrapassa 100ºC em uma panela comum. Com o fogo alto, você vai é queimar sua comida.
5. ANTES DE COZINHAR, RETIRE DA GELADEIRA TODOS OS INGREDIENTES DE UMA SÓ VEZ. Evite o abre-fecha da geladeira toda vez que seu cozido precisar de uma cebola, uma cenoura, etc...
6. COMA MENOS CARNE VERMELHA. A criação de bovinos é um dos maiores responsáveis pelo efeito estufa. Não é piada. Você já sentiu aquele cheiro pavoroso quando você se aproximou de alguma fazenda/criação de gado? Pois é: É metano, um gás inflamável, poluente, e mega fedorento. Além disso, a produção de carne vermelha demanda uma quantidade enorme de água. Para você ter uma idéia: Para produzir 1kg de carne vermelha são necessários 200 litros de água potável. O mesmo quilo de frango só consome 10 litros.
7. NÃO TROQUE O SEU CELULAR. Já foi tempo que celular era sinal de status. Hoje em dia qualquer Zé Mané tem. Trocar por um mais moderno para tirar onda? Ninguém se importa. Fique com o antigo pelo menos enquanto estiver funcionando perfeitamente ou em bom estado. Se o problema é a bateria, considere o custo/benefício trocá-la e descartá-la adequadamente, encaminhando-a a postos de coleta. Celulares trouxeram muita comodidade à nossa vida, mas utilizam de derivados de petróleo em suas peças e metais pesados em suas baterias. Além disso, na maioria das vezes sua produção é feita utilizando mão de obra barata em países em desenvolvimento. Utilize seus gadgets até o final da vida útil deles, lembre-se de que eles certamente não foram nada baratos.
8. COMPRE UM VENTILADOR DE TETO. Nem sempre faz calor suficiente pra ser preciso ligar o ar condicionado. Na maioria das vezes um ventilador de teto é o ideal para refrescar o ambiente gastando 90% menos energia. Combinar o uso dos dois também é uma boa idéia. Regule seu ar condicionado para o mínimo e ligue o ventilador de teto.
9. USE SOMENTE PILHAS E BATERIAS RECARREGÁVEIS. É certo que são caras, mas ao uso em médio e longo prazo elas se pagam com muito lucro. Duram anos e podem ser recarregadas em média 1000 vezes.
10. LIMPE OU TROQUE OS FILTROS O SEU AR CONDICIONADO. Um ar condicionado sujo representa 158 quilos de gás carbônico a mais na atmosfera por ano.
11. TROQUE SUAS LÂMPADAS INCANDESCENTES POR FLUORESCENTES. Lâmpadas fluorescentes gastam 60% menos energia que uma incandescente. Assim, você economizará 136 quilos de gás carbônico anualmente.
12. ESCOLHA ELETRODOMÉSTICOS DE BAIXO CONSUMO ENERGÉTICO. Procure por aparelhos com o selo do Procel (no caso de nacionais) ou Energy Star (no caso de importados).
13. NÃO DEIXE SEUS APARELHOS EM STANDBY. Simplesmente desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um eletrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% da energia consumida quando ele está em uso.
14. MUDE SUA GELADEIRA OU FREEZER DE LUGAR. Ao colocá-los próximos ao fogão, eles utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura. Mantenha-os afastados pelos menos 15cm das paredes para evitar o superaquecimento. Colocar roupas e tênis para secar atrás deles então, nem pensar!
15. DESCONGELE GELADEIRAS E FREEZERS ANTIGOS A CADA 15 OU 20 DIAS. O excesso de gelo reduz a circulação de ar frio no aparelho, fazendo que gaste mais energia para compensar. Se for o caso, considere trocar de aparelho. Os novos modelos consomem até metade da energia dos modelos mais antigos, o que subsidia o valor do eletrodoméstico a médio/longo prazo.
16. USE A MÁQUINA DE LAVAR ROUPAS/LOUÇA SÓ QUANDO ESTIVEREM CHEIAS. Caso você realmente precise usá-las com metade da capacidade, selecione os modos de menor consumo de água. Se você usa lava-louças, não é necessário usar água quente para pratos e talheres pouco sujos. Só o detergente já resolve.
17. RETIRE IMEDIATAMENTE AS ROUPAS DA MÁQUINA DE LAVAR QUANDO ESTIVEREM LIMPAS. As roupas esquecidas na máquina de lavar ficam muito amassadas, exigindo muito mais trabalho e tempo para passar e consumindo assim muito mais energia elétrica.
18. TOME BANHO DE CHUVEIRO. E de preferência, rápido. Um banho de banheira consome até quatro vezes mais energia e água que um chuveiro.
19. USE MENOS ÁGUA QUENTE. Aquecer água consome muita energia. Para lavar a louça ou as roupas, prefira usar água morna ou fria.
20. PENDURE AO INVÉS DE USAR A SECADORA. Você pode economizar mais de 317 quilos de gás carbônico se pendurar as roupas durante metade do ano ao invés de usar a secadora.
21. NUNCA É DEMAIS LEMBRAR: RECICLE NO TRABALHO E EM CASA. Se a sua cidade ou bairro não tem coleta seletiva, leve o lixo até um posto de coleta. Existem vários na rede Pão de Açúcar. Lembre-se de que o material reciclável deve ser lavado (no caso de plásticos, vidros e metais) e dobrado (papel).
22. FAÇA COMPOSTAGEM. Cerca de 3% do metano que ajuda a causar o efeito estufa é gerado pelo lixo orgânico doméstico. Aprenda a fazer compostagem: além de reduzir o problema, você terá um jardim saudável e bonito.
23. REDUZA O USO DE EMBALAGENS. Embalagem menor é sinônimo de desperdício de água, combustível e recursos naturais. Prefira embalagens maiores, de preferência com refil. Evite ao máximo comprar água em garrafinhas, leve sempre com você a sua própria.
24. COMPRE PAPEL RECICLADO. Produzir papel reciclado consome de 70 a 90% menos energia do que o papel comum, e poupa nossas florestas.
25. UTILIZE UMA SACOLA PARA AS COMPRAS. Sacolinhas plásticas descartáveis são um dos grandes inimigos do meio-ambiente. Elas não apenas liberam gás carbônico e metano na atmosfera, como também poluem o solo e o mar. Quando for ao supermercado, leve uma sacola de feira ou suas próprias sacolinhas plásticas.
26. PLANTE UMA ÁRVORE. Uma árvore absorve uma tonelada de gás carbônico durante sua vida. Plante árvores no seu jardim ou inscreva-se em programas como o SOS Mata Atlântica ou Iniciativa Verde.
27. COMPRE ALIMENTOS PRODUZIDOS NA SUA REGIÃO. Fazendo isso, além de economizar combustível, você incentiva o crescimento da sua comunidade, bairro ou cidade.
28. COMPRE ALIMENTOS FRESCOS AO INVÉS DE CONGELADOS. Comida congelada além de mais cara, consome até 10 vezes mais energia para ser produzida. É uma praticidade que nem sempre vale a pena.
29. COMPRE ORGÂNICOS. Por enquanto, alimentos orgânicos são um pouco mais caros, pois a demanda ainda é pequena no Brasil. Mas você sabia que, além de não usar agrotóxicos, os orgânicos respeitam os ciclos de vida de animais, insetos e ainda por cima absorvem mais gás carbônico da atmosfera que a agricultura "tradicional"? Se toda a produção de soja e milho dos EUA fosse orgânica, cerca de 240 bilhões de quilos de gás carbônico seriam removidos da atmosfera. Portanto, incentive o comércio de orgânicos para que os preços possam cair com o tempo.
30. ANDE MENOS DE CARRO. Use menos o carro e mais o transporte coletivo (ônibus, metrô) ou o limpo (bicicleta ou a pé). Se você deixar o carro em casa 2 vezes por semana, deixará de emitir 700 quilos de poluentes por ano.
31. NÃO DEIXE O BAGAGEIRO VAZIO EM CIMA DO CARRO. Qualquer peso extra no carro causa aumento no consumo de combustível. Um bagageiro vazio gasta 10% a mais de combustível, devido ao seu peso e aumento da resistência do ar.
32. MANTENHA SEU CARRO REGULADO. Calibre os pneus a cada 15 dias e faça uma revisão completa a cada seis meses, ou de acordo com a recomendação do fabricante. Carros regulados poluem menos. A manutenção correta de apenas 1% da frota de veículos mundial representa meia tonelada de gás carbônico a menos na atmosfera.
33. LAVE O CARRO A SECO. Existem diversas opções de lavagem sem água, algumas até mais baratas do que a lavagem tradicional, que desperdiça centenas de litros a cada lavagem. Procure no seu posto de gasolina ou no estacionamento do shopping.
34. QUANDO FOR TROCAR DE CARRO, ESCOLHA UM MODELO MENOS POLUENTE. Apesar da dúvida sobre o álcool ser menos poluente que a gasolina ou não, existem indícios de que parte do gás carbônico emitido pela sua queima é reabsorvida pela própria cana de açúcar plantada. Carros menores e de motor 1.0 poluem menos. Em cidades como São Paulo, onde no horário de pico anda-se a 10km/h, não faz muito sentido ter carros grandes e potentes para ficar parados nos congestionamentos.
35. USE O TELEFONE OU A INTERNET. A quantas reuniões de 15 minutos você já compareceu esse ano, para as quais teve que dirigir por quase uma hora para ir e outra para voltar? Usar o telefone ou skype pode poupar você de stress, além de economizar um bom dinheiro e poupar a atmosfera.
36. VOE MENOS, REÚNA-SE POR VIDEOCONFERÊNCIA. Reuniões por videoconferência são tão efetivas quanto as presenciais. E deixar de pegar um avião faz uma diferença significativa para a atmosfera.
37. ECONOMIZE CDS E DVDS, CDs e DVDs. Sem dúvida são mídias eficientes e baratas, mas você sabia que um CD leva cerca de 450 anos para se decompor e que, ao ser incinerado, ele volta como chuva ácida (como a maioria dos plásticos)? Utilize mídias regraváveis, como CD-RWs, drives USB ou mesmo e-mail ou FTP para carregar ou partilhar seus arquivos. Hoje em dia, são poucos arquivos que não podem ser disponibilizados virtualmente ao invés de em mídias físicas.
38. PROTEJA AS FLORESTAS. Por anos os ambientalistas foram vistos como "eco-chatos". Mas em tempos de aquecimento global, as árvores precisam de mais defensores do que nunca. O papel delas no aquecimento global é crítico, pois mantém a quantidade de gás carbônico controlada na atmosfera.
39. CONSIDERE O IMPACTO DE SEUS INVESTIMENTOS. O dinheiro que você investe não rende juros sozinho. Isso só acontece quando ele é investido em empresas ou países que dão lucro. Na onda da sustentabilidade, vários bancos estão considerando o impacto ambiental das empresas em que investem o dinheiro dos seus clientes. Informe-se com o seu gerente antes de escolher o melhor investimento para você e o meio ambiente.
40. INFORME-SE SOBRE A POLÍTICA AMBIENTAL DAS EMPRESAS QUE VOCÊ CONTRATA. Seja o banco onde você investe ou o fabricante do shampoo que utiliza, todas as empresas deveriam ter políticas ambientais claras para seus consumidores. Ainda que a prática esteja se popularizando, muitas empresas ainda pensam mais nos lucros e na imagem institucional do que em ações concretas. Por isso, não olhe apenas para as ações que a empresa promove, mas também a sua margem de lucro alardeada todos os anos. Será mesmo que eles estão colaborando tanto assim?
41. DESLIGUE O COMPUTADOR. Muita gente tem o péssimo hábito de deixar o computador de casa ou da empresa ligado ininterruptamente, às vezes fazendo downloads, às vezes simplesmente por comodidade. Desligue o computador sempre que for ficar mais de 2 horas sem utilizá-lo e o monitor por até quinze minutos.
42. CONSIDERE TROCAR SEU MONITOR. O maior responsável pelo consumo de energia de um computador é o monitor. Monitores de LCD são mais econômicos, ocupam menos espaço na mesa e estão ficando cada vez mais baratos. O que fazer com o antigo? Doe a instituições como o Comitê para a Democratização da Informática.
43. NO ESCRITÓRIO, DESLIGUE O AR CONDICIONADO UMA HORA ANTES DO FINAL DO EXPEDIENTE. Num período de 8 horas, isso equivale a 12,5% de economia diária, o que equivale a quase um mês de economia no final do ano. Além disso, no final do expediente a temperatura começa a ser mais amena.
44. NÃO PERMITA QUE AS CRIANÇAS BRINQUEM COM ÁGUA. Banho de mangueira, guerrinha de balões de água e toda sorte de brincadeiras com água são sem dúvida divertidas, mas passam a equivocada idéia de que a água é um recurso infinito, justamente para aqueles que mais precisam de orientação, as crianças. Não deixe que seus filhos brinquem com água, ensine a eles o valor desse bem tão precioso.
45. NO HOTEL, ECONOMIZE TOALHAS E LENÇOIS. Use o bom senso... Você realmente precisa de uma toalha nova todo dia? Você é tão imundo assim? Em hotéis, o hóspede tem a opção de não ter as toalhas trocadas diariamente, para economizar água e energia. Trocar uma vez a cada 3 dias já está de bom tamanho. O mesmo vale para os lençóis, a não ser que você mije na cama...
46. PARTICIPE DE AÇÕES VIRTUAIS. A Internet é uma arma poderosa na conscientização e mobilização das pessoas. Um exemplo é o site ClickÁrvore, que planta árvores com a ajuda dos internautas. Informe-se e aja!
47. INSTALE UMA VÁLVULA NA SUA DESCARGA. Instale uma válvula para regular a quantidade de água liberada no seu vaso sanitário: mais quantidade para o número 2, menos para o número 1!
48. NÃO PEÇA COMIDA PARA VIAGEM. Se você já foi até o restaurante ou à lanchonete, que tal sentar um pouco e curtir sua comida ao invés de pedir para viagem? Assim você economiza as embalagens de plástico e isopor utilizadas.
49. REGUE AS PLANTAS À NOITE. Ao regar as plantas à noite ou de manhãzinha, você impede que a água se perca na evaporação, e também evita choques térmicos que podem agredir suas plantas.
50. FREQUENTE RESTAURANTES NATURAIS/ORGÂNICOS. Com o aumento da consciência para a preservação ambiental, uma gama enorme de restaurantes naturais, orgânicos e vegetarianos está se espalhando pelas cidades. Ainda que você não seja vegetariano, experimente os novos sabores que essa onda verde está trazendo e assim estará incentivando o mercado de produtos orgânicos, livres de agrotóxicos e menos agressivos ao meio-ambiente.
51. VÁ DE ESCADA. Para subir até dois andares ou descer três, que tal ir de escada? Além de fazer exercício, você economiza energia elétrica dos elevadores.

DIVULGUE ESTA LISTA, O MEIO AMBIENTE AGRADECE !
ORGANIZAÇÃO DE RENOVAÇÃO AMBIENTAL
Pense antes de imprimir. Preservar os recursos naturais do planeta é responsabilidade de todos.

terça-feira, novembro 13, 2007

Fonética, Semântica, Semiótica

Tua boca
às vezes me enche de dúvidas
Tua língua
quase sempre a todas dissipa no prazer
Teu beijo
ah, teu beijo... tudo por causa dele.


Anabel

domingo, novembro 11, 2007

ALL DISNEY

Friday, November 9, 2007

(publicado no Guia do Estadão)


Toda vez que vejo a tabuleta “Não sei voltar sozinho, meu lugar é na garagem”, no carrinho de supermercado do prédio, sinto um pendor para o vandalismo. Tenho vontade de agarrar aqueles arames fanfarrões e falar: “ah, não sabe? Quer dizer que é capaz de escrever um aviso em primeira pessoa, imprimi-lo numa placa, mas esticar a rodinha até o botão do elevador e apertá-lo, que é bom, nada? Agora vai voltar sozinho, sim senhor!”.
Suponho que eu devesse achar graça em estabelecer contatos imediatos de terceiro grau com um carrinho de supermercado. E, sentindo-me satisfeito por morar num edifício onde tal objeto é tão gentil e bem-humorado, deveria olhá-lo com ternura e dizer “ok, amigão, vamos lá, eu te devolverei à garagem, seu doce lar, onde reencontrará seus irmãos metálicos e poderá fazer as mais loucas traquinagens!”. Mickey Mouse aparecer com vassouras e baldes dançantes ou carros falarem abrindo e fechando os capôs seria uma consequência lógica, e eu sorriria mais uma vez, pois a vida, afinal de contas, havia se tornado um desenho animado.

Está certo, o lugar do carrinho é na garagem, como o céu é do condor e a Rua Javari é do Juventus. Longe de mim querer condená-lo a noites frias em halls escuros, ou espremê-lo ao lado de vizinhos resmunguentos, no canto de um elevador. O que penso, triste, diante da tabuleta, é: onde foi que nós erramos? Apesar de todas as provas em contrário, eu acredito no ser humano. Talvez algum Nobel gagá ainda explique meu otimismo como fruto do baixo QI do brasileiro, mas enquanto isso não acontece, continuo achando que deveríamos levar o carrinho para baixo – e diminuir as emissões de carbono, votar nas eleições ou bater panelas na rua – mais movidos por Thomas More e Rousseau do que por Disney e Pixar. A tabuleta e seu humor infanto-publicitário, no entanto, apenas confirmam que nossa visão de cidadania não é a de Rousseau: obedecer as leis que nós mesmos ajudamos a criar, mas a de Scooby Doo: se fizermos tudo direitinho, ganhamos um biscoito no final.
É um curioso autismo lúdico: não olhamos nos olhos dos vizinhos, mas conversamos com carrinhos de supermercado. Não é de se admirar que as coisas estejam como estão. (E os carrinhos, pelo menos aqui no meu prédio, continuem abandonados no elevador. Tadinhos).

posted by blog do antonio prata at

sábado, novembro 10, 2007

sexta-feira, novembro 09, 2007

Se não sei que não sei

Penso que sei

Se não sei que sei

Penso que não sei

Se sei que sei

Posso estar enganado

Posso estar enganando

Posso estar me enganando

Sei o que sinto e me assusta o pressinto

Se sei que não sei

Posso saber

Posso aprender

Posso me arrepender

Sei o que sinto

E me assusta que não sinto

Se sei que sempre saberei

Onisciente

Se sei que nunca saberei

Renitente...



Jamil Giúdice
Imagem: "Roads" de artista cujo nome não consegui identificar

segunda-feira, novembro 05, 2007


Cheia de compromissos profissionais pra dar conta, não estou muito assídua por aqui. Se tiver sugestões pra atualizar o blog, pode mandar!
Beijo!

segunda-feira, outubro 29, 2007

Mianmar / Birmânia


Olá, você ouviu falar dos protestos em Mianmar?
Mianmar é governado por uma das piores ditaduras militares do mundo. Monges e monjas Budistas começaram uma marcha pela democracia. Os protestos se espalharam e centenas de milhares de pessoas se juntaram a eles. A reação da junta militar foi uma repressão violenta. Eu assinei a petição pedindo para o principal aliado dos militares - a China - e o Conselho de Segurança da ONU interferirem na situação pedindo o fim dos assassinatos e torturas a presos políticos.

A petição ganhou mais de 750,000 assinaturas em menos de um mês e já foi entregue a líderes globais e divulgada em jornais internacionais. Estamos tentando conseguir 1 milhão de assinaturas -- assine abaixo e avise todo mundo que você conhece!

http://www.avaaz.org/en/burma_hope_lives/98.php/?CLICK_TF_TRACK

Obrigado por se tornar um defensor da democracia em Mianmar!

___________________________________________________

Outras iniciativas:

CALCINHAS PELA PAZ

Sob protesto, mulheres enviam calcinhas a generais de Mianmar

Moças do ‘Calcinhas pela paz’ começaram a enviar calcinhas para embaixadas de Mianmar.Grupo diz que generais crêem que contato com roupas íntimas femininas enfraquece.
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL153513-5602,00.html

Blogueiros driblam censura e mostram a violência
http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI1940163-EI4802,00.html

Acorda, acorda!
Vem ser minha amiga,

Borboleta que dorme!


Bashô

Foto: Borboleta Azul por Isis Rigoh

UM NOVO HOMEM

(Osho, Philosophia Perennis, Volume 2, Capítulo 2)

Ensino um novo homem, uma nova humanidade, um novo conceito de estar no mundo. Proclamo o homo novus. O velho homem está a morrer, e não há mais necessidade de o ajudar a sobreviver. O velho homem está no leito mortal: não chores por ele - ajuda-o a morrer. Isto porque somente com a morte do velho homem, o novo, pode nascer. A cessação do velho é o início do novo.

A minha mensagem para a humanidade é um novo homem. Menos do que isso, não. Não algo modificado, não algo contínuo com o passado, mas totalmente descontínuo.

O homem não tem vivido verdadeiramente até agora, não autenticamente; o homem tem vivido uma pseudo vida. O homem tem vivido patologicamente, o homem tem vivido doente. E não há necessidade de viver com essa patologia - podemos sair dessa prisão, porque essa prisão foi construída pelas nossas próprias mãos. Vivemos numa prisão porque assim o decidimos - porque acreditámos que a prisão não é uma prisão, mas a nossa casa.

A minha mensagem para a humanidade é: Chega. Acordem! Vejam o que é que o homem fez ao próprio homem. Em 3000 anos o homem andou a lutar durante 500 anos. Não podemos designar esta humanidade como sendo saudável. E só de vez em quando, um Buda floresceu. Se num jardim, só de vez em quando uma planta dá uma flor, chamas a isso um jardim? Algo de muito básico correu mal. Cada pessoa nasceu para ser um Buda: menos do que isso não te preencherá.

Eu declaro a tua Budidade.

Mas o que é que correu mal? Porque é que o homem viveu durante milhares de ano num tipo de inferno? Durante milhares de anos vivemos com o conceito de homem como um campo de batalha entre o baixo e o alto, o material e o espiritual, o prolixo e o lacónico, o bom e o mau, entre Deus e Diabo. As consequências disto limitaram severamente o potencial humano.

Para destruir o homem, para destruir o seu poder, uma grande estratégia tem sido usada - que consiste em dividir o homem em dois. O homem tem vivido na dualidade de ser materialista ou ser espiritualista. Foi-nos dito que não podemos ser ambos. Ser o corpo ou ser a alma - Foi-nos ensinado que não podemos ser ambos.

Esta foi a raiz da miséria do homem. Um homem dividido contra si próprio vai-se sentir num inferno. O céu nasce quando o homem deixa de se dividir contra si próprio. A separação do homem significa miséria, a integração do homem significa benção.

Até agora, a humanidade tem sido esquizofrénica - porque foi-lhe dito para reprimir, para rejeitar, para negar, muitas partes do seu ser natural. Mas ao rejeitá-las, ao negá-las, elas não são destruídas - simplesmente ficam tapadas. Ficam a funcionar a partir do inconsciente; assim ficam realmente mais perigosas.

O homem é um todo orgânico. E tudo o que Deus deu ao homem deve ser usado; nada deve ser negado. O homem pode ser uma orquestra; tudo o que é necessário, é a arte de criar harmonia dentro de si mesmo.

Mas aquilo a que chamamos religiões têm-nos ensinado caminhos para a desarmonia, para a discórdia, para o conflito. E quando estamos a lutar connosco próprios dissipamos a nossa energia. Tornamo-nos sombrios, ininteligentes, estúpidos - porque com pouca energia, ninguém consegue ser inteligente. Quando a energia transborda há inteligência. O transbordar da energia é o que causa o crescimento da inteligência. E o homem tem vivido numa pobreza interior.

A minha mensagem para a humanidade é: criem um novo homem - não dividido, integro, total.

O Buda não era total, nem o grego Zorba. Ambos são metade. Eu amo Zorba, eu amo Buda. Mas quando olho profundamente para Zorba falta algo: não tem alma. Quando olho para Buda, algo falta também: não tem corpo.

Eu ensino um grande encontro: o encontro de Zorba com Buda. Eu ensino Zorba o Buda - uma nova síntese. O encontro do céu e da terra, o encontro do visível com o invisível, o encontro de todas as polaridades - do homem e da mulher, do dia e da noite, do Verão e do Inverno, do sexo e da beatitude. Só nesse encontro um novo homem erguer-se-á na Terra.

A minha gente, são os primeiros raios desse novo homem, desse homo novus.

A divisão interna tem guiado a humanidade para um estado de suicídio. Só tem criado escravos - e os escravos não podem viver realmente, não têm nada para viver para. Vivem para os outros. São reduzidos a máquinas - cheios de habilidades, eficientes, mas uma máquina é uma máquina. E uma máquina não conhece o prazer de viver. Não consegue celebrar, só consegue sofrer.

As velhas religiões acreditavam na renúncia. A renúncia tem sido uma maldição. Eu trago uma benção para ti: eu ensino regozijo, não renúncia. O mundo não deve ser renunciado, porque Deus não o renunciou - porque é que tu o fazes? Deus é... porque é que tu não hás-de ser?

Vive-o na sua totalidade - e viver a vida totalmente trás transcendência. Então o encontro da terra e do céu é tremendamente belo; não há nada de errado. Então as polaridades desaparecem em si mesmas e os pólos opostos tornam-se complementares.

Mas o homem velho, não é verdadeiramente humano. É um humanóide, um homo mechanicus - um homem que não é total. E um homem que não é total, nunca pode ser sagrado.

O novo homem está a chegar, a cada dia. É uma minoria, é natural - mas os novos mutantes já chegaram, as novas sementes já chegaram. E o início deste século, assistirá à morte de toda a humanidade ou ao nascimento de um novo ser humano.

E tudo depende de ti. Se continuas a trepar para o velho, então o velho homem prepara-se para cometer um grande suicídio, um suicídio universal. O velho homem está pronto para morrer; o velho homem perdeu o entusiasmo de viver.

É por isso que todos os países se preparam para a guerra. A terceira guerra mundial será uma guerra total. Ninguém será vencedor, porque ninguém lhe sobreviverá. Não só o homem será destruído, mas toda a vida na terra.

Fica atento! Fica atento aos políticos - são todos suicidas. Fica atento aos velhos condicionalismos que nos dividem como Indianos, Alemães, Japoneses ou Americanos. O novo homem tem de ser universal. Ele transcenderá todas as barreiras da raça, religião, sexo, cor da pele. O novo homem não será nem oriental nem ocidental; o novo homem reclamará toda a terra como a sua casa.

Só então poderá a humanidade sobreviver - e não só sobreviver - com a chegada do novo conceito de homem... o velho é o conceito de "qualquer/ou" : o novo será "ambos/e". O homem tem de viver uma vida rica interna e externamente; não há necessidade de escolher. A vida interna não é contra a vida externa; elas são parte de um ritmo.

Tu não precisas de ser pobre por fora para ser rico por dentro. E não precisas de ser rico por fora e deixar de ser rico por dentro. É assim que tem sido até agora - o Ocidente escolheu um caminho: Ser rico por fora! O Oriente escolheu outro caminho: Ser rico por dentro! Ambos estão desequilibrados. Ambos têm sofrido, ambos sofrem.

Eu ensino a riqueza total. Ser rico por fora através da ciência, e ser rico no mais profundo do coração através da religião. E é assim que te tornarás um, indivíduo, orgânico.

O novo homem não é um campo de batalha, com a personalidade separada, mas uma homem unificado, único, completamente sinérgico com a vida na sua totalidade. O novo homem incorpora uma imagem mutante mais viável de homem, uma nova forma de estar no cosmos, uma forma qualitativamente diferente de perceber e experienciar a realidade. Por isso, por favor, não chorem a morte do velho homem. Regozijemo-nos pelo facto do velho estar a morrer, da noite estar a morrer, e do amanhecer surgir no horizonte.

Estou satisfeito, totalmente satisfeito, que o homem tradicional esteja a desaparecer - que as velhas igrejas estejam a ficar em ruínas, que os velhos templos estão desertos. Estou imensamente satisfeito por a velha moralidade estar a cair direita no chão.

Esta é uma grande crise. Se aceitarmos o desafio, esta é uma oportunidade para criar o novo. Nunca estivemos tão maduros no passado. Vivemos numa das mais belas épocas - porque o velho está a desaparecer, ou já desapareceu, e um caos criou-se. E só do caos aparecem as grandes estrelas.

Temos a oportunidade de criarmos um cosmos novamente. Esta é uma oportunidade que raramente surge - muito rara. Somos uns felizardos por estarmos vivos nesta altura crítica. Usemos a oportunidade para criar o novo homem.

E para criar o novo homem, tens de começar por ti.

O novo homem será um místico, um poeta, um cientista, tudo junto. Ele não olhará para a vida através de divisões podres. Ele será um místico, porque ele sentirá a presença de Deus. Ele será um poeta, porque ele celebrará a presença de Deus. Ele será um cientista, porque ele pesquisará a presença de Deus, cientificamente. Quando o homem for estas três vertentes juntas, o homem será total.

Este é o meu conceito de homem sagrado.

O velho homem era reprimido, agressivo. O velho homem era obrigado a ser agressivo porque a repressão sempre trás agressão. O novo homem será espontâneo, criativo.

O velho homem viveu através de ideologias. O novo homem não viverá através de ideologias, nem através de moralidades, mas através da consciência. O novo homem viverá através da consciência. O novo homem será responsável - responsável por si próprio e pela existência. O novo homem não será moral, no velho sentido; ele será imoral.

O novo homem trás um novo mundo consigo. Agora mesmo, o novo homem está obrigado a ser uma minoria mutante - mas ele é o transportador de uma nova cultura, a semente. Ajuda-o. Anuncia a sua chegada: esta é a minha mensagem para ti.

O novo homem é aberto e honesto. Ele é transparentemente real, autêntico e auto-revelado. Ele não será hipócrita. Ele não viverá através de objectivos: ele viverá o aqui e agora. Ele só conhecerá um tempo: agora, e só um espaço: aqui. E através dessa presença ele saberá o que é Deus.

Celebremos! O novo homem está a chegar, o velho está a ir. O velho está na cruz, e o novo está no horizonte.

segunda-feira, outubro 22, 2007


"A mente do homem, uma vez expandida por uma nova ideia, nunca mais recupera as suas dimensões originais." Oliver Wendell Holmes (1809-1894)físico e poeta americano

Por um triz não embarquei novamente naquela nau sentimental, sem leme, nem vela, nem timão. Um balde de água fria me fez acordar e saltar a tempo para a terra, que, em não sendo lá tão firme, como se diz, ao menos oferece mais chances de acertar o passo.
Era bom na adolescência, e a minha foi longa!, mas agora já estou meio enjoada de tanto derivar. Para ser sincera, nem tenho mais o tempo que tinha. Praticamente metade do meu tempo neste corpo já foi, e estou gostando de estar em mim, então chega de desperdiçar emoções. Principalmente com piratas.
Adoro as paisagens flutuantes, e como canta Moska, "eu amo o meu meio e não o meu fim", mas ainda não sei viver na terceira margem do rio
“por todas as semanas, e meses, e os anos - sem fazer conta do se-ir do viver”.[1] Ainda.

Anabel

[1] "A Terceira Margem do Rio", de Gimarães Rosa, in Primeiras Estórias, p.34

segunda-feira, outubro 15, 2007

"O coração está muito bem protegido em sua caixa óssea e os caminhos que levam a ele estão fortemente defendidos, tanto física quanto psicologicamente. Atravessar a vida com o coração encarcerado é como fazer uma viagem transoceânica trancado no porão de um navio. Todo o significado, a aventura, a excitação e a glória de viver estão longe de poderem ser vistos e tocados." Alexander Lowen, in Bioenergética


Quantas histórias carrega o corpo, às quais não podemos apagar, e nos fazem tropeçar em nós mesmos, até torná-las cristalinas, limpando-as da dor profunda que não pudemos assimilar de outra forma, num tempo em que ainda não racionalizavamos os acontecimentos, e que ficam a ressoar nas nossas atitudes cotidianas por toda uma vida, repetindo-se e sendo reeditadas, enquanto apenas tentamos fazer de conta que não existiram. Pensamos que esquecemos.
Eventualmente um cheiro, um lugar, uma situação, uma pessoa, uma imagem, nos fazem estremecer e nos emocionam de tal modo, que é inevitável reconhecer que há algo no fundo de nós mesmos que reverbera desde outras camadas da construção (sempre inacabada) que somos. Uma vontade de chorar de repente, uma sensação de perigo extremo - um medo, um susto, uma raiva, uma tristeza? O corpo registrou assim: uma dor, um prazer.
Podemos ser luz, alegria, prosperidade, positivismos apregoados diariamente nas imagens dos modelos de sucesso que consumimos, através de técnicas milenares ou ultramodernas. Mas consciência e autenticidade na condução de nosso destino, e a verdadeira beleza que há em nós, só podem emergir se reunirmos todos os nossos aspectos, e acolhermos com compaixão tanto as sombras quanto os pontos de luz.
A capacidade de sentirmos prazer se expande na mesma medida em que nos desanestesiamos, e permitimos que transbordem velhas dores, que se solidificaram em tensões musculares, e constituem nosso perfil.
Por onde começar? Sentir os pés em contato com o solo, reafirmar nossa relação com a terra, perceber o tremor que se inicia, e permitir que essa vibração venha nos perpassando desde a base.
Aos poucos, emerge uma sensação amplificada do próprio corpo, uma vivacidade maior nas sensações do corpo. Ao aguçarmos nosso sexto sentido, a propriocepção, saimos por uns instantes do ritmo mental habitual.
Com o tempo, vamos acessando níveis mais profundos da nossa consciência pela via do corpo, reconhecendo, fluidificando, flexibilizando, ou pelo menos convivendo mais harmoniosamente com antigos registros da nossa própria história, e retomando o contato com nossos sentimentos, desencarcerando o coração, e criando coragem para amar. Ao abandonar os altares de ilusões inatingíveis que usamos, talvez inconscientemente, para justificar nossa intolerância à realidade do corpo e dos sentimentos, criamos espaço em nós para assumir a raiva, a tristeza, o medo, a ternura, o desejo, o amor. A riqueza das experiências que colorem a vida. E então o sentido do tocar e do ser tocado se transforma em compaixão verdadeira. Sentir junto.

propriocepção: http://pt.wikipedia.org/wiki/Propriocep%C3%A7%C3%A3o

quarta-feira, outubro 10, 2007


Me surpreendi ao conhecer um homem tão interessante justamente no momento de sua passagem para outro estado. Cada vez mais tênue o véu que separa as dimensões.
Sakaizen Sakurai, um homem bom, que honra a raça humana.
Que bonito poder receber os recados que seus amigos de orkut deixaram depois que você já se foi. Me comovi muito ao ler o carinho e gratidão enormes que tantas pessoas tem por você!
Obrigada por me avisar. Prazer em conhecê-lo!
Que seja luz.

domingo, outubro 07, 2007

coisas estranhas


Ela, 2 e 1/2, quis colocar um vestido caipira, fora de época, para passear. Ele, nascido em 35, enxergou tantos fantasmas católicos (que trazia de sua infância vivida numa ditadura apoiada pela igreja) naqueles babados, que transtornado a repreendeu, e não a deixou sair daquele jeito: não queria que ela o envergonhasse. Ela chorou muito. Sentia-se tão bonita naquele vestido! Convenceram-na a tomar banho e trocar de roupa. Depois foi toda faceira mostrar o outro vestido que tinha posto, pra ver se ele aprovava... Ela anda tossindo muito.

Bel

segunda-feira, outubro 01, 2007

Q


Dia(s) 06/10, 07/10 Sábado, às 21h e domingo, às 19h

Cia. Danças
Dir.: Claudia Souza
Elenco: Anabel Andrés, Claudia de Souza, Cristiana de Souza, Ítalo Ramos, Janaína Castro, Júnior Gonçalves

12 anos. Teatro.
R$ 10,00; R$ 5,00 (usuário matriculado). R$ 2,50 (trabalhador no comércio e
serviços matriculado e dependentes). R$ 5,00 (+60 anos e estudantes c/ carteirinha)

O espetáculo apresenta uma reflexão sobre o homem e o calor sob os aspectos físicos, ecológicos e culturais em situações onde a investigação do movimento gera estados e emoções em que a constante troca de calor comanda a dinâmica das relações interpessoais.

SESC Santana
Av. Luiz Dumont Vilares , 579 - Santana
Fone: (011) 6971-8700


terça-feira, setembro 25, 2007

Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção


Confira esta lista triste e tenebrosa.

http://www.mma.gov.br/port/sbf/fauna/lista.html

Foto: Hyla izecksoni
Perereca

22 DE SETEMBRO DE 1914

Hoje completa 93 anos do primeiro contato pacífico entre Botocudo/Xokleng e a equipe do Serviço de Proteção aos Índios.

Pra quem não sabe, no país inteiro as terras sem registro foram consideradas devolutas pela lei Imperial de 1850, ou seja, estavam "desocupadas". Em SC as empresas colonizadoras e o governo estimularam a partir de então, a vinda de imigrantes europeus que logo formaram seus núcleos coloniais, no Vale do Itajaí e diversas áreas em direção oeste do Estado.

O choque entre indígenas e colonos não foi pacífico. Os Botocudo cercados pelos núcleos coloniais, estavam sendo exterminados por grupos de bugreiros patrocinados pelo Governo Estadual. Em 1908 houve o Congresso de Americanistas em Viena e esta situação foi denunciada em nível internacional. O governo envergonhado criou em 1910, com o apoio de Candido Mariano da Silva Rondon, o Serviço de Proteção aos índios e Localização de Trabalhadores Nacionais.

Em SC o SPI começou a atuar em 1912 e dois anos após, é feito o primeiro contato amistoso, sob a liderança de Eduardo de Lima e Silva Hoerhann. Com isso iniciou-se o processo de pacificação entre indígenas e colonos.
Escrevo isso não para comemorar, mas para lembrar um fato acontecido na história catarinense, muito abordado pela literatura histórico-antropológia, porém pouco esclarecido.

Quem quiser saber mais:

HOERHANN, Rafael C. L.S. O Serviço de Proteção aos Índios e os Botocudo: a política indigenista através dos relatórios (1912.1926). 2005 - http://www.tede.ufsc.br/teses/PHST0236.pdf

Rafael Casanova Hoerhann
(mensagem enviada para a comunidade "História Indígena" do orkut)

quinta-feira, setembro 20, 2007

MADREGAIA

Demorou, mas nasceu!!!!!!! Não percam, vai ser lindo.



SHOW DE LANÇAMENTO DO CD
'MADREGAIA' DE DANI LASALVIA

DIA 20 DE SETEMBRO ÀS 21H

SESC POMPÉIA - SÃO PAULO/SP
Rua Clélia, 93


INGRESSO: R$ 12,00

terça-feira, setembro 18, 2007


Hoje bati o carro e me surpreendi, não só mais uma vez, mas de novo!, com a forma como certos acontecimentos são respostas tão rápidas a solicitações que lançamos ao Universo. Diferentemente de Clarice Lispector, não achei muito sutil o deus. Nada sutil! Mas muito claro!
São pessoas tão interessantes que, se não fosse por um acidente, a gente nunca na vida encontraria (ou será que encontraria de qualquer maneira?). Me desarmou tanta sinceridade, honestidade e amabilidade. Um homem bom!

quarta-feira, setembro 12, 2007

A estrada de tijolos amarelos

Não podia deixar pra depois, tava aqui matutando... acho que muita gente pensou, ou sentiu, que o que foi discutido através dos e-mails no e-grupo do Tantra , era uma batalha, onde alguém teria que sair vitorioso. Para esclarecer, o que eu quis enfatizar é que a estratégia para reforçar os vínculos não estava funcionando, a meu ver, e isso porque eu gosto muuuuuuuuuuito do nosso encontro, do nosso processo de redescoberta, e do cuidado que trocamos com nossos parceiros. Cada vez fica mais claro que é preciso coragem para amar, para além do borboletear, que tem também outra lindeza, com membranas pra discordar, não pra mandar tudo à merda, porque não correspondeu a uma expectativa, mas, com sinceridade, se possível olhando nos olhos, e com amor, ultrapassar o enfrentamento e entrar na dialética do amor. Saimos todos vitoriosos.

Coragem, lembram do leão do Mágico de Oz? Inteligência, lembram do espantalho? Sentimento, lembram do homem de lata? Voltar para casa, lembram da Dorothy? É preciso caminhar pela estrada de tijolos amarelos, e superar um monte de desafios, mas se vamos juntos, nos ajudamos, no próprio caminho vamos descobrindo nossas qualidades, e no final nossos vínculos nos transformaram, e a toda a paisagem, antes mesmo de voltar ao grande Mágico, além do arco-íris!
Imagem: "O Mágico de Oz", dir. Victor Fleming, 1939, com Ray Bolger, Jack Haley, Judy Garland, Bert Lahr

terça-feira, agosto 21, 2007


Olho sem medo nos teus olhos, agora que já não busco tua aprovação, nem minha segurança. Encontro prazer em ser quem sou, com ou sem você, e já não me importa se amanhã estaremos juntos ou não, quero teu gosto e teu cheiro agora. Amanhã quero cantos de passarinhos, som de crianças brincando, água correndo, silêncios com vento nas folhas das árvores, o sol clareando o quarto de manhã, fruta do quintal, flor no cabelo, cantar, tocar, escrever, tocar, trocar, dormir, sonhar, ir.

Anabel

Foto: Vitórias régias do Pantanal, por Theo Allofs (Alemanha) para "The Wildlife Photographer of the Year Competition organised by the Natural History Museum and BBC Wildlife Magazine"




F

terça-feira, agosto 14, 2007

Narciso e Narciso

Ferreira Gullar

Se Narciso se encontra com Narciso
e um deles finge
que ao outro admira
(para sentir-se admirado),
o outro
pela mesma razão finge também
e ambos acreditam na mentira.

Para Narciso
o olhar do outro, a voz
do outro, o corpo
é sempre o espelho
em que ele a própria imagem mira.
E se o outro é

como ele
outro Narciso,
é espelho contra espelho:
o olhar que mira
reflete o que o admira
num jogo multiplicado em que a mentira
de Narciso a Narciso
inventa o paraíso.

E se amam mentindo
no fingimento que é necessidade
e assim
mais verdadeiro que a verdade.

Mas exige, o amor fingido,
ser sincero
o amor que como ele
é fingimento.
E fingem mais
os dois
com o mesmo esmero
com mais e mais cuidado

- e a mentira se torna desespero.
Assim amam-se agora

se odiando.

O espelho
embaciado,
já Narciso em Narciso não se mira:
se torturam
se ferem
não se largam

que o inferno de Narciso
é ver que o admiravam de mentira.

Imagem: Narciso de Caravaggio
Emprestei do site do Ferreira Gullar

Bolo de Mandioca e Coco

Só pra variar... e adoçar a vida com guloseimas bugras!


Ingredientes:

04 ovos;
02 xícaras(chá)de açúcar;
01 kg de mandioca crua triturada;
01 coco médio triturado;
100 g de margarina derretida;

01 colher(chá)de sal;
1/2 xícara(chá)de leite morno;
01 colher (sopa)de fermento em pó

Preparo:

Bata as claras em neve e adicione as gemas,acrescente o açúcar,a mandioca,o coco misturando levemente,junte a margarina,o sal e o fermento,coloque em forma média untada,asse em forno quente por 30 min.

Fonte: Receita enviada por Jessica - email: jessica@bol.com.br para http://www.iserv.com.br/culinaria

sexta-feira, agosto 10, 2007

Projeto Dança Vocacional

A exemplo do Projeto Teatro Vocacional, que incentiva grupos de dramaturgia existentes em São Paulo, o Projeto Dança Vocacional chega às casas de cultura para expandir as atividades ligadas à dança na cidade. Intérpretes orientadores irão integrar artistas locais e promover encontros para o intercâmbio de experiências. As inscrições estão abertas nas unidades participantes. As atividades têm início no dia 6 de agosto.
Serviço:

Casa de Cultura Cora Coralina
Rua Sant’Ana, 201 - Vila São Pedro
Tel.: 5631-0740

Casa de Cultura M'Boi-Mirim
Av. Inácio Dias da Silva, s/nº - Piraporinha
Tel.: 5514-3408

Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça
Praça Francisco Ferreira Lopes, 434 - Santo Amaro
Tel.: 5522-8897

Paço Cultural Júlio Guerra
Praça Floriano Peixoto, 131 - Santo Amaro
Tel.: 5548-1115

Casa de Cultura Butantã
Av. Junta Mizumoto, 13 - Jardim Peri-Peri
Tel.: 3742-6218

Espaço Cultural Tendal da Lapa
Rua Constança, 72. - Lapa Å
Tel.: 3862-1837

Casa de Cultura Chico Science
Rua Abagiba, 20 - Moinho Velho
Tel.: 6969-7066

Casa de Cultura Salvador Ligabue
Largo da Matriz, 215 - Freguesia do Ó
Tel.: 3931-8266

Casa de Cultura Tremembé
Rua Maria Amália Lopes de Azevedo, 190 - Tremembé
Tel.: 6991-4291

Casa de Cultura Itaim Paulista
Rua Barão de Alagoas, 340 - Itaim Paulista
Tel.: 6963-2742

Casa de Cultura Penha
Largo do Rosário, 20, 3º andar -Penha
Tel.: 2296-6172

Casa de Cultura Raul Seixas
R. Murmúrios da Tarde, 211, Parque Raul Seixas – Itaquera
Tel.: 6521-6411

Casa de Cultura São Miguel Paulista
Rua Irineu Bonardi, 169, Vila Pedroso - São Miguel Paulista
Tel.: 6297-9177

Oficina de Percussão Corporal

CORPO (COM) CIÊNCIA


Encontros cujo objetivo é proporcionar novas possibilidades de relação entre o corpo e o meio. As questões sobre o corpo e o movimento serão explorados sob o contexto da ação e do conhecimento que essa ação agrega a cada indivíduo possibilitando uma aprendizagem sobre como lidar com nosso corpo e de que maneira cuidar dele. As vivências teórico-práticas, objetivam desenvolver as potencialidades que nos permitam outra consciência sobre ser e fazer. Tema do mês: Equilibrando Corpo e Mente. O tema propõe uma reflexão sobre possibilidades de lidar com o as mudanças atuais, e com o ritmo com que elas acontecem. Ter uma postura equilibrada frente a esse ritmo, é o nosso desafio.

PERCUSSÃO CORPORAL

A oficina está voltada para a descoberta da musicalidade espontânea de cada pessoa, através da investigação e da exploração dos recursos musicais do corpo (palmas, estalos, batidas de pés, percussão vocal, voz, etc), em atividades de percepção, jogos musicais, e improvisação, proporcionando assim, o resgate da consciência do próprio corpo. A partir de diferentes estímulos sonoros corporais, cada indivíduo contribui, de maneira única e criativa para a harmonização do grupo, integrando- se ao fluxo do movimento e do som.


Orientação de Jamil Giúdice, Músico multi-instrumentista, pesquisador sonoro e construtor de instrumentos musicais não convencionais; e Anabel Andrés, Bailarina, coreógrafa, musicista, arte-educadora e integrante do grupo Vozes Bugras. Ambos integram o Núcleo Orgânico Performático (NOP).
A partir de 15 anos.
Inscrições na Central de Atendimento.
Sala de Múltiplo Uso 1.
R$ 40,00; R$ 30,00 (usuário matriculado). R$ 20,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado e dependentes).
Dias 04/08, 11/08, 18/08, 25/08 Sábados, das 15h30 às 17h.


SESC Santana
Av. Luiz Dumont Vilares, 579 Santana
Fone: (011) 6971-8700

quarta-feira, agosto 08, 2007

Bioenergética, Constelações familiares, Calendário Maia, Calatonia, Terapia Corporal...

Um anjo que apareceu em minha vida já faz algum tempo, e eu ainda não havia comentado aqui: Sandra Lila, que vem me dando suporte emocional e ferramentas, pra me sustentar sobre minhas próprias pernas, com muito carinho, respeito e firmeza.
Bater pernas, gritar os nós da garganta, dizer não, chorar, reconhecer-me mulher, expor minhas fragilidades sem medo de ser desmerecida por não chegar logo a qualquer resultado ou nível de desempenho, rir, enfrentar meus medos, até me tornar dona de meus passos e olhar com gratidão meu caminho - em toda essa jornada de transformação ela tem sido minha companheira e guia.
Meu corpo vibra e reverbera todo esse aprendizado de ser eu mesma, sem aquela velha sensação de estar em dívida. Sou grata, e ser grata é um processo do qual venho me apropriando desde nosso primeiro encontro.
Essa mulher linda me deu ombro e mão e colo quando eu já ia desistindo de mim, e me ajudou a recobrar a confiança. Meu encontro comigo mesma, cada vez mais profundo e rico, traz ecos de sua voz acolhedora cantando "descansa a tua mão cansada sobre a minha, sobre a minha mão, a força do universo não te deixará, o lume das estrelas te alumiará...", meu peito abrindo-se, minha pélve pendulando livre, meus pés enraizando, e uma sensação deliciosa de ser mulher se espalhando por todo meu corpo.
Cada sessão me nutre e revigora, descarrega de ilusões e expectativas falsas, e enche de entusiasmo, ou idéias para a ação, ou no mínimo coragem pra admitir o medo e buscar apoio.
A você, Sandra, imensa gratidão, por me ajudar a reconhecer o meu desejo, e ir em busca da sua realização.

quinta-feira, agosto 02, 2007

Domínio Público - Biblioteca Virtual

Convoco todos a agir para impedirmos um desastre.
Imaginem um lugar onde se pode ler gratuitamente, as obras de Machado de Assis, ou A Divina Comédia, ou ter acesso às melhores historinhas infantis de todos os tempos.Um lugar que lhe mostrasse as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci.Onde você pudesse escutar músicas em MP3 de alta qualidade.
Pois esse lugar existe!
O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso, basta acessar o site:http://www.dominiopublico.gov.br/
Só de literatura portuguesa são 732 obras!
Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno.Vamos tentar reverter esta tragédia, divulgando e incentivando amigos, parentes e conhecidos, a utilizarem essa fantástica ferramenta de disseminação da cultura e do gosto pela leitura.
Divulguem!

quinta-feira, julho 26, 2007

Alguém pedindo para ver a alma?
Veja sua própria forma e semblante,
pessoas, bichos, plantas,
os rios de águas correntes,
as pedras e as areias.
Tudo retém os júbilos do espírito
e os libera a seguir:
como é que pode o corpo de verdade
morrer e ser enterrado jamais?
Item por item, o seu corpo de verdade,
o corpo de verdade de qualquer homem
ou qualquer mulher,
há de driblar as mãos dos limpadores de cadáveres
e passar às esferas competentes
levando o que lhe foi acrescentado
da hora de nascer até a hora de morrer.
As letras que o tipógrafo redistribui
não desfazem com isso o texto impresso,
a significação, a idéia mestra:
assim tão pouco a matéria e a vida de um homem
ou a matéria e a vida de uma mulher
continuam seguindo após a morte
o corpo e a alma indiferentemente.
Veja, o corpo inclui e é a significação, a idéia mestra,
e inclui e é a alma.
Seja você quem for
- que esplêndido e divino é seu corpo
ou qualquer parte dele!

Walt Whitman

Imagem: pescoço e ombros, dos estudos de anatomia de Leonardo da Vinci

quarta-feira, julho 18, 2007

Dia 18 de Julho - Vozes Bugras no Teatro Crowne Plaza


As Vozes Bugras estarão ressoando mais uma vez em Sampa, desta vez no aconchegante Teatro Crowne. Além de mostrar o trabalho, estaremos gravando nosso primeiro DVD.

Venham celebrar, bugres, amigos e simpatizantes!


Dia 18 de julho, quarta-feira, às 21h


Teatro Crowne Plaza

Rua Frei Caneca, 1360
Cerqueira César
Telefones: 3289-0985
Ingressos: R$ 10,00